Fomeemocionaloufsicacomoidentificar-w7-academia.png

Fome emocional ou física: como identificar

Tempo de Leitura: 3 minutos
Fomeemocionaloufsicacomoidentificar-w7-academia.png

Fome emocional ou física: como identificar

Tempo de Leitura: 3 minutos
Tempo de Leitura: 3 minutos

Diferente da fome emocional, a fome física é nada mais que a necessidade fisiológica que temos de comer, que não está ligada a nenhum alimento exclusivo ou nenhum sinal de emoção. É apenas uma forma de suprir a energia do nosso corpo com algum alimento. Já a fome emocional é o comer a partir das emoções.

Agora eu te pergunto: você sabe como identificar se sua fome é emocional ou física? Leia essa matéria até o final e descubra se seu relacionamento com a comida é harmonioso e entenda se sua fome é necessidade ou vontade.

Como identificar se é fome emocional ou física?

Fique atento(a), o corpo dá sinais que ajudam muito a identificar se a sua fome é emocional ou física. 

A fome emocional:

  • Aparece repentinamente como uma maneira de amenizar ou escapar das sensações negativas que você está vivendo no momento. 
  • Fuga dos sentimentos.
  • Come esperando que a comida faça você se sentir melhor.
  • Causa desejo por alimentos com açúcar, gorduras e muitas calorias.
  • Melhora o ânimo momentaneamente, mas depois surge sentimento de culpa e vergonha.

A fome física:

  • Aparece gradualmente.
  • É possível mesmo sentindo fome esperar para comer. 
  • Te dá tempo de pensar e escolher alimentos certos e saudáveis para saciar seu apetite.
  • Quando come o estômago é preenchido e o apetite satisfeito.

Como evitar comer pela emoção?

Para manter uma relação saudável com sua alimentação e evitar a fome emocional, especialistas da nutrição dão algumas dicas:

  • Faça uma agenda sobre sua alimentação, isso é útil para identificar o que faz você comer por emoção.
  • Quando sentir fome avalie em uma escala de 1 a 10 – (1= desmaiando de fome; e 10 = está tão cheio que não consegue vestir suas roupas.
  • Em seguida escreva como está sem sentido naquele momento.
  • Admita e aceite seus sentimentos.
  • Se você está ciente de que são as emoções que te levam a comer por estresse, por que não aceitá-las.
  • Às vezes, é bom e saudável sentir raiva, triste ou entediado.
  • Os sentimentos podem ser desagradáveis mas você nem sempre precisará “‘repará-los” comendo.
  • Trabalhe sua resiliência.
  • Reserve alguns momentos para refletir sobre seus sentimentos e emoções e pensar em maneiras de resolver seus problemas.
  • Procure outras formas de satisfação em vez de comer, como ler, ouvir música, ler um livro ou meditar.
  • Não reforce os maus hábitos, quem come por emoção reforça a ideia de que a melhor maneira de tratar emoções negativas é com comida. Esqueça os maus hábitos e prepare algo diferente e saudável para comer quando tiver um dia ruim.
  • Espere o momento passar, aqueles que comem por fome emocional geralmente temem que o desejo piore se não satisfazê-lo. No entanto, eles se surpreendem quando percebem que o desejo simplesmente desaparece. Então, ao invés de se entregar aos desejos imediatamente, espere alguns minutos e deixe-os passar.
  • Pratique exercícios físicos, uma das causas da fome emocional é a ansiedade, que pode ser combatida com atividade física.

Consequências da fome emocional

A fome emocional pode ser um dos maiores obstáculos para o seu emagrecimento, manutenção do peso e até o famoso efeito sanfona. Isto porque nestes casos você pode acabar ficando refém de suas emoções e o planejamento alimentar instável de acordo com elas.

Agora que você já sabe como identificar a fome física da fome emocional, é primordial reconhecer suas emoções e estar consciente de que o alimento não vai resolver ou preencher o sentimento/ problema que você esteja passando naquele momento. E se pergunte: o que eu preciso?

Verifique também se suas necessidades básicas estão sendo atendidas, como: horas de sono, lazer, nível de estresse, atividades físicas. E aceite, quem nunca descontou os dias ruins da vida num bom brigadeiro de colher, em um delicioso combo de hambúrguer com fritas ou em uma caixa de bombom? 

Que atire a primeira pedra! 

Em nome da estabilidade emocional e saúde mental, é legítimo obter bem-estar por meio da alimentação. A relação equilibrada com a alimentação gera um relacionamento saudável com a comida e um entendimento de que não é um único alimento isolado que irá fazer mal ou bem.

O segredo estará sempre no equilíbrio!

Fique livre de todo o estresse do dia a dia, não fique refém das suas emoções e recupere sua saúde física e mental.

Vem treinar na W7 Academia a melhor academia de Itajaí!

Categorias

controle-obesidade-w7-academia

8 passos para controlar a obesidade

Tempo de Leitura: 4 minutos A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo causado geralmente pelo consumo exagerado de calorias na alimentação superior ao valor usado pelo organismo para

LEIA SOBRE »

FAÇA SUA