Tudo sobre Correr na Esteira e descubra: Corrida antes ou depois da Musculação?

Tempo de Leitura: 6 minutos
Tempo de Leitura: 6 minutos

 Correr na esteira da academia é uma forma fácil e eficaz de se exercitar, porque requer uma preparação física básica. Embora a corrida possa ser feita na rua, ao ar livre, sem qualquer aparelho, correr na esteira pode ser bom por conta de outros motivos, além de permitir que a corrida aconteça independente de chuva, calor ou frio excessivo, correr na esteira tem muitas outras vantagens. Se você quer iniciar, mas ainda não teve bons motivos, vamos te dar apenas 6 bons motivos, para você começar agora:  

1. Porque faz bem para a saúde

Acho que vocês já estão cansados de ouvir e saber, que correr, com liberação médica e do jeito certo, claro, faz bem para o coração, para os pulmões, para a oxigenação das células, para os ossos e até para combater a depressão.

2. Porque te faz eliminar gordura e perder peso

Esse com certeza é um dos principais motivos pelos quais as pessoas se exercitam, mas com tantos outros, isso é mero detalhe. Se seu foco é perder bastante peso em pouco tempo, correr é uma boa pedida, a perda de calorias varia de acordo com a intensidade da corrida, em média você conseguirá queimar 100 calorias a cada 1,5 km, e quanto mais você pesar, mais calorias você conseguirá queimar. Então se você quer garantir essa parte da sua saúde, com certeza a corrida irá te ajudar.

3. Porque te traz mais segurança

Correr na esteira reduz o risco de acidentes e de lesões, como por exemplo pisar em um buraco ou acidentes na rua, no trânsito. Correr no interior de uma academia em uma esteira ainda é o método que traz mais segurança.

4. Porque te permite correr a qualquer hora do dia independente do clima

Correr na esteira te dá a liberdade de poder se exercitar a qualquer hora do dia. Assim, a corrida pode ser feita de manhã, de tarde ou de noite e independente do clima, faça sol, frio ou chuva.

5. Porque te permite regular a velocidade e o tipo de piso

Na esteira, além de regular a velocidade, também te permite dificultar a corrida por meio de alterações na inclinação da esteira, possibilitando correr em pisos mais acentuados, como por exemplo em uma montanha.

esteiras-w7-academia
Foto: Esteiras na W7 Academia

6. Porque te permite controlar o ritmo cardíaco

Geralmente as esteiras possuem aparelhos que ajudam a medir a frequência cardíaca, através do contato das mãos com a barra de segurança, te ajudando assim, a evitar problemas cardíacos, como taquicardia, além de verificar a frequência cardíaca máxima atingida durante o exercício.

Cuidados para correr na esteira

Foto: Esteiras na W7 Academia
Foto: Reprodução Pinterest

Se atente a esses cuidados ao correr na esteira para evitar se machucar e ter que desistir, por conta de lesões ou dores musculares:

  • Inicie se aquecendo, por pelo menos 10 minutinhos e alongue pernas e braços.
  •  Comece sempre em uma velocidade baixa, aumentando para moderada ou alta a cada 10 minutos.
  •  Mantenha o tronco sempre ereto e o olhar para a frente.
  •  Evite inclinar a esteira em excesso, principalmente se você está iniciando.
  •  Sempre utilize a esteira com orientação de um professor.
  •  Tenha sempre a liberação do seu médico para iniciar qualquer atividade física, principalmente as pessoas que estão acima do peso normal, devem ter cuidados especiais, como calcular as batidas cardíacas e fortalecimento da musculatura.
  • Use tênis e roupas adequadas para se exercitar.
  •  Se hidrate sempre! Tenha sempre sua garrafinha de água e sua toalhinha a disposição.

Quais os músculos trabalhados na corrida de esteira?

musculos-corrida-i-w7-academia.
Foto: Reprodução Pinterest

Caminhar, correr em uma esteira, além de ser uma forma fácil e eficaz, trabalha vários grupos musculares, como:

  • Glúteo Máximo (que faz o contorno)
  • Quadríceps (que faz a extensão do joelho e ajuda a absorver o impacto do peso durante a corrida)
  •  Panturrilha
  •  Isquiotibiais (posterior das coxas)
  •  Bíceps e deltoide (forma o contorno dos ombros)

Quais erros evitar ao correr na esteira?

esteiras-w7-academia
Foto: Esteira da W7 Academia

Não se apoie nas barras – Essa “trapaça” só é permitida para os iniciantes que ainda não se sentem confiantes no aparelho. Apoiar-se nas barras pode ser um grande erro para o corredor, pois o uso constante desta ‘muleta’ pode acarretar mudanças na biomecânica da corrida, explica especialistas. Tais mudanças podem causar compensações posturais do corpo e, portanto, a possibilidade de tornar a corrida ainda mais difícil.

Não corra saltando – Algumas mudanças na mecânica da corrida acontecem dependendo da velocidade da esteira. Por não precisar impulsionar o corpo para a frente, a tendência é que o corredor salte enquanto corre. “Essa é uma tendência para quem corre na esteira. Esses ‘saltinhos’ podem resultar em maiores impactos nas articulações do tornozelo, joelho e quadril”, alertam os especialistas.

Evite acelerações saindo e voltando a esteira – Quem nunca fez ou já viu alguém treinar na esteira intercalando acelerações curtas com intervalos passivos (quando se fica em cima da esteira com os pés na borda)? Quando você retoma a passada apoiando as mãos nos braços do aparelho, o corpo retoma a corrida na mesma velocidade em que terminou o tiro, obrigando a acelerar em tempo muito curto.

Essa ação pode expor o corpo a uma aceleração brusca, que pode facilitar o aparecimento de algum tipo de lesão. Nesse caso, o correto seria parar a esteira ou diminuir a velocidade para uma caminhada leve e retornar a aceleração aos poucos.

Falta de atenção – É o erro mais comum ao treinar na esteira. A desatenção faz com que o corredor vire o pescoço algumas vezes enquanto corre, para olhar determinada coisa, assistir televisão ou conversar com alguém. Esse movimento não é aconselhado porque pode interferir na postura e novamente cair no risco de lesões. Por isso, mantenha o pescoço o mais alinhado possível enquanto se exercita.

Corrida na esteira antes ou depois da musculação?

musculação-ou-corrida-w7-academia
Foto: Esteiras W7 Academia

Se você não tem muito tempo na agenda para intercalar treinos de corrida e os de musculação (e precisa apostar nos dois no mesmo dia) qual é a melhor estratégia: correr primeiro e puxar peso depois ou se dedicar aos exercícios de força antes de dar as passadas? Tudo depende do seu objetivo, o ideal é consultar um professor.

Atletas que treinam com o intuito de melhorar a resistência para as corridas devem ter força, mas não podem ter muito volume muscular, o que faz com que você fique mais pesado e acaba atrapalhando no desempenho. O importante, nesse caso, é melhorar a elasticidade arterial e, consequentemente, a distribuição de oxigênio pelo corpo, assim como o condicionando para uma atividade de longa duração. Nesse caso, a musculação deve ser realizada após o treino de corrida, com exercícios para fortalecer os músculos solicitados durante a marcha.

Mas se a sua meta é a perda de peso os exercícios de força devem ser feitos antes da corrida. Quando você começa a se exercitar seu corpo usa o glicogênio como fonte de energia. Quando ele se esgota, começa a usar a gordura com a mesma finalidade, o que faz com que você passe a perder mais peso. Por isso, como a musculação tem alta intensidade, ela faz com que o glicogênio acabe muito mais rápido que nos treinos de corrida. Dessa forma, durante as passadas você estará usando a gordura como fonte de energia, o que irá acelerar o processo de perda de peso.

Para o ganho de massa muscular a segunda opção (de fazer musculação antes de correr) também é a mais indicada. Isso porque para aumentar a massa muscular (e a força) o glicogênio é fundamental. Caso você corra antes de ir para a academia, esgota parte importando da reserva de glicogênio, a qual seria usada para o ganho de hipertrofia.

É claro que não existe jeito certo ou errado de treinar, uma vez que tudo depende do seu objetivo. Mas prestar atenção a essas estratégias fará com que você alcance suas metas mais facilmente.

E lembre-se: para conseguir bons resultados na corrida, minimizando os riscos de lesão, o ideal é fazer musculação no mínimo duas vezes por semana, sempre trabalhando a musculatura envolvida nas passadas.

Correr na esteira garante um bom funcionamento de todo o seu corpo. Uma ótima opção para quem quer realmente perder peso e ainda dar aquela tonificada nos músculos. O exercício na esteira trará muitos benefícios para a sua saúde além de uma boa aparência, por isso, investir neste aparelho é uma ótima solução para quem quer ter resultados aliados a praticidade.

Está esperando o que para começar a se exercitar? Motivos já te demos de sobra, se motivou? Já deu vontade de comprar um par de tênis, se matricular em uma Academia e começar a correr?

Venha fazer parte da família W7 ACADEMIA em Itajaí, nossa estrutura disponibiliza muitas esteiras modernas, todos os equipamentos de excelente qualidade!

Fale conosco no Whatsapp.

Categorias

FAÇA SUA